terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Postado por umalguém às 22:12:00
Reações: 
escrever sempre foi além de um simples "gostar". Sempre me foi, uma necessidade, uma singela maneira de transpor todo o meu interior. Tudo que nunca tive coragem de contar à família, psicólogos e etc. Todas dores que me faziam engolir a seco, todos lamentos de um coração empedrado, que insistir vês ou outra em se despedaçar. Sempre que pude, rascunhava bobagens minhas, passados inesquecíveis, tristes sombras e dores que relutavam em minha alma. O único modo verdadeiro de expor meus sentimentos é aqui, como calma, dedicação e força de vontade, dessa forma, "tijolinho a tijolinho", vou compondo minha alma e enfeitando o meu mundo, mesmo que apenas aos meus olhos.

0 comentários:

Postar um comentário

 

rubber soul Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos