terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Insano amor

Postado por umalguém às 22:17:00
Reações: 
0 comentários
Descascava o esmalte, tomava um vinho, fecha os olhos. Esperava pelo o fim do mundo Ria descompasadamente após o 5º, 6º ou talvez 7º copo de vinho. Havia cansado e decidido largar a vida que lhe tanto sofrimento trouxe. Por entre o riso falso, surgiam lágrimas verdadeiras. Uma vida de derrota e dor, era o que lhe sobrará. Levantou-se e saiu do bar.Uma das últimas, vale dizer. Não era das que saiam primeiro, nem que logo enjoavam de beber, ela não, ficava horas, tomando um vinho barato, com sua cabeça girando, mas sem dar o braço a torcer e parar. Ao sair, sentou-se na calçada, olhou pro céu já claro, limpou as lágrimas e exclamou: - FODA-SE perdeu seu raciocinio, sua ideia, sua cabeça. Pensara em namorar, brilhar, sair e desta vez, enfim levar alguém a sério. O gosto amargo da solidão vinha cada vez mais forte, lhe deixando as traças. "Sorriu ao ver um sorriso familiar. Era um amigo, de infância, ao qual ela havia perdido todo contato e do nada, lhe encontra no momento mais trágico de sua vida. conversaram horas. Ela expôs seu medo, seus dramas, seus lamentos e sua vida." Sem perceber, se viu falando sozinha, na beira da calçada, o que achava ser alguém era apenas um fruto de sua imaginação já bem desgastada pelo álcool. Voltou aos choros e lamentos ... olhou para o pulso, onde dizia: "Não desista ..", olhou para a frente, levantou-se, ao atravessar a rua, ainda meio tonta, foi atropelada. O socorro custou a chegar e o que ela tanto desejada, havia se concretizado. Ela havia subido ao paraíso, para enfim, mudar o rumo de sua vida. Seja lá para onde que ela tenha ido, onde nunca se sabera, ela foi para onde o luar era mais belo onde tudo era infinito. Não se sabe como, nem porquê. Se foi vontade própria ou a loucura da bebida que havia lhe deixado de tal modo. Apenas lhe surpreendera ver, a data de sua morte tatuada a baixo da frase "Não desista". Se sabia ou não, não importa, importa que ela teve a vida que lhe foi destinada. Louca, insana, sem sentimentos. Foi alguém que nunca ergueu um dedo para ajudar e nem mesmo um sorriso para melhorar, aprendeu desde cedo o quão amarga a vida pode ser. Ninguém sabia, que tudo que lhe havido sofrer tanto, tinha sido um amor mal resolvido. Sendo que, ambos não sabiam o quanto se amavam. Vivera sem saber, morrera não sabendo. Quem sabe num paraiso, num infinito, num inferno, onde possa estar, ela venha a saber que todo amor que ela negou-se a dar lhe era reciproco. Ele lhe amara e hoje, sofre com sua ausência. O desejo maior é que ela cuide-o, para que no tempo que passe, tudo se passe a vida volte a ficar colorida tanto a ele e a ela, onde ela possa estar.
Postado por umalguém às 22:12:00
Reações: 
0 comentários
escrever sempre foi além de um simples "gostar". Sempre me foi, uma necessidade, uma singela maneira de transpor todo o meu interior. Tudo que nunca tive coragem de contar à família, psicólogos e etc. Todas dores que me faziam engolir a seco, todos lamentos de um coração empedrado, que insistir vês ou outra em se despedaçar. Sempre que pude, rascunhava bobagens minhas, passados inesquecíveis, tristes sombras e dores que relutavam em minha alma. O único modo verdadeiro de expor meus sentimentos é aqui, como calma, dedicação e força de vontade, dessa forma, "tijolinho a tijolinho", vou compondo minha alma e enfeitando o meu mundo, mesmo que apenas aos meus olhos.

sábado, 17 de novembro de 2012

Postado por umalguém às 11:16:00
Reações: 
0 comentários
A verdade é que eu já morri muitas vezes e me reergui. Mas tem momentos, momentos em que me sinto desistir, de tudo, de mim, de nós, da vida, dos sonhos. E são nesses momentos de profunda solidão que acabo vendo o tão vão sentindo que é viver. Hoje, lhe peço que não desista de mim. Se não há mais alma em meu corpo, habite-me com a sua, me faça bem, me salve .. antes que tudo acabe, de verdade (...)
Postado por umalguém às 11:12:00
Reações: 
0 comentários
enquanto o mundo segue religiões, eu sigo meus livros e razões ..

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Postado por umalguém às 18:45:00
Reações: 
0 comentários
Acabei lendo hoje, novamente sobre casos de doenças mentais que afetam escritores, artistas e etc. Então, acabei descobrindo uma escritora, que acabei me identificando, assim como me identifiquei e me identifico com a Sylvia Plath. Lhes recomendo: Virginia Woolf Postarei duas frasezinhas que muito me chamaram atenção, espero que vocês curtam tanto quanto eu. "Pensei o quanto desconfortável é ser trancado do lado de fora; e pensei o quanto é pior, talvez, ser trancado no lado de dentro." "Encarar a vida pela frente... Sempre... Encarar a vida pela frente, e vê-la como ela é... Por fim, entendê-la e amá-la pelo que ela é... E depois deixá-la seguir... Sempre os anos entre nós, sempre os anos... Sempre o amor... Sempre a razão... Sempre o tempo... Sempre... As horas." UM MEIO BEIJINHO

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Postado por umalguém às 21:54:00
Reações: 
0 comentários
ligeiramente defeituosa sinuosas são as estradas que ando badaladas as noite que converso com as estrelas dos lugares por onde bandeio-me solitários considero os dias anos, meses que passam e perco de vista tua fiel presença que sempre acalantou minha alma, num mar de razões e amores .. e hoje afunda-me em desamores e tristes sonhos perdidos na penumbra de uma noite sem luar .

domingo, 4 de novembro de 2012

O Bluebird

Postado por umalguém às 22:00:00
Reações: 
0 comentários
Em meu coração tem um pássaro que quer sair mas eu sou mais forte que ele, eu falo, fica aí dentro, eu não vou deixar ninguém te ver. Em meu coração tem um pássaro que quer sair mas eu taco uísque nele e respiro fumaça de cigarro e as putas e os barmen e as caixas do mercado nunca sabem que ele está aqui dentro. Em meu coração tem um pássaro que quer sair mas eu sou mais forte que ele, eu falo, fica na tua, você quer me pôr em apuros? Em meu coração tem um pássaro que quer sair mas eu sou mais esperto, só deixo ele sair de noite às vezes quando todos estão dormindo. eu falo, sei que você está aí, então não fique triste. Daí o ponho de volta, mas ele ainda canta um pouco aqui dentro, eu não o deixei morrer totalmente e a gente dorme junto desse jeito com nosso pacto secreto e é bem capaz de fazer um homem chorar, mas eu não choro, você chora? Charles Bukowski Poema “O Bluebird”, do livro “Essa loucura roubada que não desejo a ninguem a não ser a mim mesmo amém” (7 Letras, pg. 155)
Postado por umalguém às 21:54:00
Reações: 
0 comentários
Entre a fumaça que sai de minha boca após um outro cigarro,entre mais uma dose de bebida, reflito a solidão que me aflige, a dor que percorrer minha veias, a triste amargura de estar vazio. Tudo passa e muda, mas ah é tanto clichê que já nem sei no que realmente acreditar, pode parecer bobagem, mas viver cansa e o que cansa mais é viver entregando-se a seres sem sentimentos, que só usam-nos e jogam-nos num canto, descartando-nos como se fossemos quaisquer objetos que enjoaram-se de brincar e resolveram trocar. Acordem, coração não é brinquedo não, dizer palavrinhas belas, conquistar, fazer sorrir tudo é feito ... mas e o resto? O manter, o seguir e continuar? Escafedeu-se ? Vamos ter mais consciência sobre sentimentos ... não quebraremos os dos outros, para que o nosso permaneça bem, por mais que muitas vezes não esteja .. não faça com os outros o que você não deseja para si mesmo ... ame-se e amem-se

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Postado por umalguém às 19:32:00
Reações: 
0 comentários
Conte-me o que tem feito para distrair sua distração? Mostre-me como tem sido inúteis todas as suas tentativas de criar uma canção? Viveríamos bem, dançaríamos a luz do luar, com o brilho das estrelas a nos prestigiar, tudo seria nosso. Conte-me como foi seu dia, seu trabalho, sua rotina. Isso não lhe incomoda? Tudo sempre tão igual, noticias, livros, horários, isso não lhe assusta? Me diga .. E aquele livro, como vai? Ainda em sua estante? Terminou o número 5? ou era 4 que você lia ... falávamos de tantos, que acabo confundindo-me, me perdoe meu amor ... E seus amigos? Continuam tocando, estudando, poetizando? Aposto que outro lançará um livro neste ano ainda eim .. (risos). Acreditas que ainda não dei fim nos teus livros? Todos aqui, ao lado de minha cabeceira ... prontinhos e marcadinhos para ler, num dia qualquer onde não me surja o que escrever, ou num dia em que não possa te ver, afinal eles me deixam mais perto de você, parece brincadeira ... mas eles vem com seu cheiro, cada página parece que vejo você sorrindo e me explicando as palavras que não consigo compreender. Tava lembrando dos momentos que passamos juntos, lembra aquela vez no super de praia, quando atirei pacotes na prateleira por ficar com a consciência pesada, pois os mesmo estavam no chão? Você se recorda? Me chamando de "delicada", pura ironia. Caminhávamos na imensidão da praia e nem ligávamos para os outros, lhe beijei por acaso, você me abraçou e foi tão ... tão ... tão inexplicável! Éramos os melhores. Enchias me saco para beber, rias das vezes em que fazia certas caretas rejeitando a tua bebida. Eu cantava Tim Maia, tu tocava gaita de boca. Eu te chamava pra dançar e tu ria, rejeitando minha dança e eu ria mais ainda, afinal ficavas "nervosinho". Ouvíamos músicas juntos, mas não até o final, por que sabes que não consigo. Tocavas meus cabelos, discutíamos sobre a situação da cidade e ríamos. Eu lembro que íamos pro cais, eu deitava sobre teu colo e tu suavemente passava as mãos sobre meus cabelos, era tão ... tão ... bom! Dias de ventos e chuva não eram problemas, lá íamos nós, tomar nosso cafezinho, caminhar a toa. Prometias que não teria fim e eu acreditava ... Mas tal promessa, foi de muita inutilidade .. afinal, num piscar de olhos, sumis-te. Deixasse-me com as lindas e deliciosas lembranças dos mais inexplicáveis momentos que passamos juntos, momentos que até então não havia tido e nem tanto sentido. Peço a Deus, forças maiores que me expliquem o fiz de errado. O que aconteceu com a gente? Onde agente foi parar? Cadê os carinhos, a mão nos cabelos, as reclamações, as teorias malucas, beatles na gaita, o sorriso bobo, o óculos torto, a camisa do Pearl jam, a barba que sempre me encantava, a músicas diferentes, as coisas que me falava ao pé do ouvido, o sorriso bobo², a alegria ao descobrir que gostávamos de Beirut, o teu horror a horóscopos, tuas vontades, teus desenhos, tua hq (custei a aprender o que era, mas aprendi viu só: HISTÓRIA EM QUADRINHOS), cadê teus sonhos, tuas inspirações, tua luta, tuas glórias, tuas palavras, teu jeito, teu amor, tudo que me dizias? Pra onde foram? É possível considerar uma grande mentira? Tudo isso não passou de um sonho transformando-se em pesadelo? Ou então fui outra qualquer pra ti? Uma simples distração pros teus pequenos olhos? Não sei ... É impossível ter vivido tanta coisa boa e ser deixado pra trás. É impossível entender, tudo de divino vivido e agora, nem nos meus olhos me olhas mais. Se um dia tu ler isso, espero do fundo do meu coração penses. Eu lembro até do dia em que me dissesse que se um dia não descemos certo, que a nossa amizade, nosso carinho continuaria. E ai te pergunto, cadê? Foi tudo tão fácil até esse ponto? Diga-me que não, por favor. Não quero acreditar que foi tudo em vão, que me doei a um sentimento inexistente a ti, que só querias uma distração qualquer. Não vou te pedir que voltes, não. Não quero que isso aconteça, por mais que escrever tudo isso me machuque, é uma terapia muito boa para tirar da mente "torta" tais lembranças que corroem por dentro. Expus tudo que me é sentido, hoje. 02 de novembro de 2012.
Postado por umalguém às 19:00:00
Reações: 
0 comentários
Postado por umalguém às 18:58:00
Reações: 
0 comentários
a dor parece não querer calar dentro de mim não é mais meu lugar sinto-me presa, insegura cansada, melancólica podia ser o belo dia que fazia na rua ou então o tempo que ia passando devagar, me corroendo por dentro fazendo com que lágrimas escorressem, sempre que tocasse tais canções ou sempre que eu ouvisse a batida de seu coração é de extrema tristeza ser só e mais triste ainda que isso, é que além da terrível solidão, vem junto o grande eco de minha alma, o vazio profundo que me deixas-te. quiseste-me junto a ti e me fui, se pestanejar e nem tanto planejar e sem que eu pudesse perceber, largasse deixasse-me só, aqui sangrando, jogada ao chão pedindo perdão por atos inexistentes [...] grito a espera que me ouças e voltes a mim, que dei-me uma razão qualquer pelo que fazes hoje comigo. Só queria isso. Sem mais!

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

palavras embaralhadas sobre um sentimento vago

Postado por umalguém às 20:57:00
Reações: 
0 comentários
basta você sorrir pra mim que me enlouqueço toda não importa o que foi feito a mim, nesses momentos o egoísmo some! O orgulho morre. Me sinto tomada por fragilidade e vulnerabilidade ... deixasse-me sem ter porque e eu fiquei aqui só, sem querer. Impossível é entender a situação, grandes e deliciosos momentos de grandiosas e belas alegrias compartilhadas e hoje nem me olhas mais .. teu rosto foge do meu olhar, que busca encontrar uma resposta um caminho uma solução que acabe com a minha solidão, de vez. se gostar tanto de alguém tornou-se algum crime e não me foi avisado não pretendo pagar por isso, falasse-me antes, oras. Não gosto do que sinto. Odeio o que sinto, na verdade. Preferia mil facas ferindo-me, do que continuar a sentir o profundo o vazio que habita meu peito, saiba que lhe quero bem .. mas bem longe de mim! Trouxe-me a melancolia agonia de viver só, a espera de resposta que jamais chegarão, e ainda assim gosto de ti, mesmo que em vão ..
Postado por umalguém às 20:44:00
Reações: 
0 comentários
"são nossos atos impulsivos que levam nossas vidas para frente. pensar sempre é bobagem e deixa a gente maluco, mais vale mil decisões tomadas "a lá loca", que por mais que soem erradas (como na maioria das vezes), nos fazem aprender e ficar mais forte, do que outras mil pensadas e completamente planejadas, que nunca foram executadas e nem tanto saíram dos labirintos que absorvem nossa mente." (devaneios numa noite sem luar)

domingo, 21 de outubro de 2012

Postado por umalguém às 22:23:00
Reações: 
0 comentários
Angustiado é meu peito que hoje chora sobre tua falta. Silencio ao ouvir de longe tua voz trêmula e doce chamando-me, expulsando-me. Adormeço, ouvindo-a sonho com teu riso, com teu gosto, com teu belo rosto. Teu cabelo desarrumado era o meu preferido amava-o meter os dedos e levemente te fazer um "cafuné". Sentir tua falta tornou-se um hábito que não gosto preferia ter-te ao meu lado. Quero a paz do teu peito o teu encantador ao teu lado o aconchego do teu abraço a tranquilidade da tua companhia. Vem comigo agente acha um abrigo cria um perigo pega a minha mão e vem?! Cuida de mim pelo tempo que em que não te tiro de mim [..]

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Postado por umalguém às 20:41:00
Reações: 
1 comentários
eu só queria poder viver um sentimento completo e verdadeiro sincero e honesto que ame e não desame que me exclame, que me faça sentir viva que não atue nessas inverdades, meias partes, metades inexistentes .. um alguém completamente incompleto, cheio de certas incertezas, que amaria sorrir, me olhar sair, caminhar me abraçar, me beijar sinceramente e puramente, seria pedir muito?

domingo, 14 de outubro de 2012

suplicas a ti

Postado por umalguém às 00:02:00
Reações: 
0 comentários
cogito idéias, sonhos e pensamentos. corrompe-me com teu amor me faz esquecer toda dor o teu sorriso é hoje um sonho que teimo em querer realizar teu beijo é um ardor que insisto em querer lembrar sem teu abraço meu peito sangra lágrimas amargas vão secando e deixando um gosto terrível saboreio o tal sentido perdendo a noção já que o coração já perdi a ti peço que não partas, que fique comigo que independente de birras manhãs, choros meus saibas que lhe quero bem e que lhe amo acima de qualquer circunstância eu lhe suplico! não me deixe só por entre a imensidão desse mundo todo não me deixe a ver navios passarem por mim, e eu aqui só não me deixe por um outro alguém, que talvez saiba lhe amar melhor, mas que provavelmente não irá compreender os seus dias de mais profunda agonia, que não vai saber deixar o teu cabelo bagunçado e nem te deixar rindo a toa após um beijo, daqueles de tirar o ar! Aposto eu que, conheço teus detalhes mais insignificantes. tuas mãos, pequenas e suaves. teus pequenos dedos tocando-me só eu sei, o quanto que tudo é vantajoso o quanto gosto de sentir tua barba me tocando teus beijos me cobrindo e teus abraços me protegendo, só eu sei simplesmente assim ... então, fica de bem não me deixa não, deixa eu te provar que eu posso te fazer um alguém feliz comigo sem migo de preferência, ao meu lado. vem ser feliz comigo, vem! retirasse os piores e mais derradeiros pensamentos que habitavam os becos escuros de minha alma, me salvasses e nem sabes, que ironia. segue me salvado .. não me deixa voltar pros erros do passado não .. te suplico

sábado, 13 de outubro de 2012

conto II: a lunática bailarina

Postado por umalguém às 16:42:00
Reações: 
0 comentários
Ela tinha seu próprio habitar. Não precisava que lhe dissesse o que fazer, fazia sem saber. Era das que calçavam a sapatilha e flutuava pelos palcos, olha para cima, o contato com o pública deixava-a nervosa e tal nervosismo a remetia a dores que não gostava de sentir, além de que ao olha para cima, sentia-se cada vez mais perto do mundo que sonhará: o luar. Tais foram as vezes em que se entorpecia de remédios, drogas, álcool e navegava pelos mares e esgotos que sempre a levavam pra lua. Dançava, rolava, ria, brincava, falava e chorava. Os efeitos intermináveis! Mas quando passavam, o triste desgosto e a loucura tomavam conta de sua mente. Quando voltava aos palcos, colocava seus suaves adereços e logo se ia dançar, notava-se a melancolia de seu olhar, era algo que encantava e entristecia quem visse, era alguém de beleza corriqueira e de solidão rara. Não possuía amigos, achava perda de tempo, não tinha tv, achava manipulação, tinha um velho toca discos e mil e um discos, que já conhecia tão bem quanto a si mesma. Sonhava ela em subir aos palcos, ser uma grande bailarina, mas não fazia com que tal sonho se se realiza. Sai, bebia, fuma, cheirava, dormia na rua. Levava a vida de qualquer maneira, não se preocupava com absolutamente nada, tinha seu lugar na companhia e isso já lhe bastava. Ao chegar na companhia onde dançava, foi logo se aproximar para ouvir o anuncio da diretora da companhia que dançará: “VENHAM MENINAS, VENHAM! VAMOS ESCOLHER HOJE O CORPO DE BAILARINAS PARA A APRESENTAÇÃO – LUNÁTICO LUAR”. Ao ir até a inscrição, deparou-se com um turbilhão de pensamentos loucos dizendo que não seria capaz, pensava se seria o álcool da ultima noite que havia deixado ela tonta e enjoada, não tinha certeza. Foi então planejar uma apresentação, estava incerta, incorreta, sentia-se mal, mas pior iria se sentir se não participar, o amor pela lua era maior que suas dores, queria ir pra lua, sonhava com sua morte e se via dançava no branco e pálido ambiente que a lua lhe seria. Ao chamarem ela para sua apresentação, errou! Gritou, chorou, rio. Acabou sendo desclassificada, saiu sem rumo, sem olhar. A droga ainda na mente, mais uma foi, agora ao som de Johnny Cash, um de seus favoritos. Uma leve picada, um sorriso resplandecido de dor, viu-se rodeada de seres de outro mundo, ria ria ria, sem parar. Saiu a caminhar, com uma garrafa embaixo do braço e suas sapatilhas nas mãos, levou junto uns comprimidos para ajudar a dormir. O caminho foi longo, tinha folego, vontade. Caminhou quilômetros, metia-se por entre os carros, dizendo querer ir pra lua. Via-se dançando, flutuando na mais louca atmosfera. Eram 22, 23 horas, sentou-se no parque e dava goles na bebida que ela havia levado consigo, perguntava o porquê de tantas loucuras que havia praticado ria lembrando-se de quando vivia no mundo habitual e normal, lembrava-se de sua família que não via a meses, lembrou de quando ganhou as primeiras sapatilhas e quando aprendeu seus primeiros passos, isso ela delirava ao lembrar, de tão mágico que tudo havia sido para ela. Não entendia o porquê que havia começado a beber, se “chapar” (como ela mesma nomeava o fato de se drogar) o abandono da família, suas desilusões amorosas ou simplesmente o fato de não se suportar e não conseguir aguentar viver num mundo onde o amor não é respeitado e pros que respeitam só restar a dor. Era solitária, fechada e risonha. Ah e ria, desespero, depressão, agonia, frustação, motivos para estar sempre mostrando seus lindos dentes brancos. Era uma completa lunática, endoidecida, que vivia para alcançar a lua e dançar seu ballet, junta a ela. Lembrava de uma vez em que foi pega no terraço do condomínio que morava, com uma escada tentando subir até o céu e beijar a lua. Foi a primeira vez que a internaram. Ficava lembrando-se dos enfermeiros e dos calmantes que jogava fora, pensava se não era por isso que não estava tão na merda. Não tinha dinheiro, reputação, e um sonho de participar de uma apresentação tão mágica quanto aquela, havia se perdido. Não tinha mais o que fazer pela vida, começou a recorda-se de quando era criança. Não tinha brinquedos, apenas as velhas sapatilhas e um toca disco, que toca as mais solitárias e belas canções, levando-a a conhecer a solidão desde a infância, estava acostumada a ficar só, não por falta de pessoas (dizia sempre: até que sou interessante, só não gosto de companhias) não gostava de controle nenhum sobre ela e nem que lhe dissessem as coisas, gostava é de ficar sozinha na manhã de domingo, gostava de acordar no meio da noite e sentar-se na beira de sua cama e cortar-se, sentia prazer na dor que sentia, sorria e sorria bonito, mesmo tendo cortado se e virado noites em claro ensaiando mil e uma coreografias que jamais apresentaria. Sentia um medo danado da morte, mas nunca fez nada pra tarda-la, pelo contrário, começou a usar drogas e beber logo sua família abandona-la. Não tinham esperança nela, alias nem ela nela mesma, queria viver sem ninguém junto a ela e conseguiu. Estava só na multidão, só entre os pássaros, só abaixo das estrelas. Sua loucura aumentou no hospital, ela tinha certeza. Virava noite sentada numa varanda observava, o tão só e linda que a lua era. Sentia-se assim. Pedia ela todas as noites que quando fosse levada para além da vida, fosse para junto a lua, para que fosse observada e que as pessoas tivessem prazer em ve-la sempre e não repulsa. Foi tomando goles e goles da bebida que carregará, tomou junto alguns comprimidos para a insônia, que o médico do hospital psiquiátrico havia receitado. Sem nem perceber ao certo, foi caindo do banco e adormecendo lentamente. Permanecia agarrada a suas sapatilhas e aquela garrafa de bebida barata, tomou mais alguns comprimidos, jogou o restante fora e começou lentamente cantando a primeira música que lembrará ter escutado com seu pai quando criança: “Amigos presos Amigos sumindo assim Prá nunca mais Tais recordações Retratos do mal em si Melhor é deixar prá trás... Não, não chore mais Não, não chore mais Oh! Oh!” (Gilberto gil) Terminando a canção, ela adormece para que finalmente possa subir e ficar junto a lua, vivendo de sua dança, amando sua loucura e enfim, só. Sem a tv que não gostava, nem as pessoas que tanto odiava, sem a família que lhe deixará, sem julgamentos, sem suas drogas, suas bebidas. Levou consigo a leveza da partida, suas sapatilhas, seu sorriso sempre indisposto, sua fiel solidão e sua vontade irremediável e interminável de flutuar por entre o imenso céu azul, e claro, tudo isso acompanhada pelas estrelas e iluminada pela tão sonhada e idealizada lua.
Postado por umalguém às 16:40:00
Reações: 
0 comentários
novas cores, novas histórias novos pontos muitas interrogações e raros casos de exclamações mil e uma reticências. em caso de grande abstinência sentimental, favor consulte um guru, um poeta ou quem sabe um açougueiro sim, um açougueiro, cá pra nós .. mas eles conhecem muitos cortes interessantes. enfim, não entregue-se seja forte, ame-se a si mesmo e só! o ego e o ismo devem andar de mãos dados, caro amigo. ame-se, apenas e simplesmente.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

minha singela homenagem a ti

Postado por umalguém às 17:37:00
Reações: 
0 comentários
foi-se um dos bons .. uns dos que faziam a humanidade temer sua música, seu brilho seu show eram inigualáveis a 72 anos nascia o que iria mudar uma história transformar uma memória e evoluir uma sociedade se te fosse, tinhas um outro caminho a percorrer deixasse orfãos teus que hoje choram e lamentam-se por tal perda entristecedora onde é que estiveres, te escrevo tais meros versos, a fim de exaltar minha dor por não ter vivido em tal época épica e marcante .. mas sei, que hoje continuarei a repassar a tua história e tua memória a todos que puder .. acredite.. vamos brincar de imaginar agora .. imaginar um mundo que tu escolheu e que tu reinventasse que tu sonhasse, e musicasse buscasse e em toda tua trajetória cria-se. imagino mil e uma escolha que farias se hoje estivesse conosco imagino tuas milhares de canções e os muitos fãs que ainda terias .. seria lindo ..! John nos deixou só, Tarde pra dizer adeus, Todo o amor que se perdeu, Ficou a lembrança, Mas há de se seguir com fé Nos homens e mulheres, Nos filhos quando crescem Pública
Postado por umalguém às 17:20:00
Reações: 
0 comentários
vem voar comigo ..
Postado por umalguém às 17:16:00
Reações: 
0 comentários
andando por ai, só sem olhar, pensar pestanejar observo o quão só são as estrelas cada qual num canto, sem brilhando .. enquanto eu, só encontro-me em derradeiras tristezas .. perco meu brilho e choro e elas? sem ninguém .. lá encima, sempre brilhando independente de quem vá vê-las observa-las, cuida-las estão lá. sempre a brilhar, para ver-nos feliz e nós aqui, nos entristecendo espalhando aos mil ares o tao triste e só que somos sem nunca mostrar que por mais que só, tenho um brilho imenso dentro de nós a espera de um caminho qualquer, para iluminar mil e uma coisas ..
Postado por umalguém às 16:51:00
Reações: 
0 comentários
teu riso tornou-se minha principal fonte de distração nas mais melancólicas noites onde afundo-me em minha própria solidão.

sábado, 6 de outubro de 2012

Postado por umalguém às 20:36:00
Reações: 
0 comentários
As melhores poesias vem das mais tristes histórias .. das mais previsíveis aos mais derradeiros e deprimentes atos que cometemos ao amar amar é bom chega a ser um bom mas quando machuca, dói faz com que nos sinta-nos péssimos solitários numa estação lotada sozinhos por entre os terríveis becos que cruzamos na noite escura que se aproxima a sós no imenso quarto tv ligada, celular quebrado uma vida sem sentido mal vivida o amor nos aparenta melhorar tudo em breve tempo mas acaba e esse término, acaba comigo contigo conosco .. não me importa saber que não pensas mais em mim .. importa-me saber que tudo que senti foi verdadeiro e louco bonito e solto! pensar em ti, fazia-me flutuar voar .. viver de forma bela hoje tornou-me vulnerável as dores do universo a frieza da vida ao tão amargo que tornou-se querer-te só pra mim impossível é viver assim sem ti .. acostumo-me não peça sorrisos alegrias depois de tal partida, sobrou-me melancolia

?

Postado por umalguém às 20:34:00
Reações: 
0 comentários
me cuida me trata bem .. me faz sentir o tão bom que a vida possa ser não me deixa não, espera! eu juro te acalantar ficar contigo te dar força, apoio amor e carinho meu bem ... mas ei promete que enquanto estivermos juntinhos teu pensamento será o meu e o meu o teu .. teu sorriso sincero para mim só a mim as mais belas frases de amor fariam grande sentido a nós cantaríamos brincaríamos .. e após nos amaríamos, loucamente e carinhosamente .. a cada momento te amando e te desejando cada dia cada momento cada instante, mais e mais e mais e mais ..

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Postado por umalguém às 22:01:00
Reações: 
0 comentários
a mente torna-se confusa e um lugar inabitável perigoso é pensar! o problema é meu ou eu me tornei o problema? são tantas as dúvidas que me cercam tantas incertezas, o triste receio de que tudo venha e vá tal qual a brisa que sopra de leve por entre meus cabelos .. que assim que surgi levemente parte bruscamente sem deixar sinais .. tristes enganos, corriqueiras solidões desajeitados são os sentimentos que me rodeiam e me fazem pairar no ar .. pensar torna-me fria faz-me agir de forma qualquer afim de não ter o tal bem querer que insiste em querer vir se não cogitar, sonhar, pensar talvez pudessemos ver de tal jeito diferente sem ter sentimentos regrados policiados e nem com prazos de validade .. tentarei, viverei de tal modo para que possa conseguir tal liberdade e tirar de uma vez, a frieza que em meu peito foi deixada ..
Postado por umalguém às 22:01:00
Reações: 
0 comentários
mais uma noite de solidão .. na tv um filme qualquer na mente, mil perguntas e nenhuma resposta preciso de ar, de caminhar contigo e ter certeza do que mais verdadeiro tenho a te oferecer. o que sinto por ti vai além dos outdoors, das músicas de amor ou da droga que lentamente cobre tua cabeça te fazendo ir a mais lindo e fiel delírio sinto-me traindo a ti nao tenho certeza alguma do que sinto e isso se torna belo a olhos alheios confesso-te nunca ter amado verdadeiramente incontrolavelmente e nem tanto, puramente minha mente é loca, entenda você perdoe os erros as vezes de total dispersão alucinações .. sou incerta sinto-lhe algo mas não defino não conheço, tenho medo o tempo ajudará eu espero e espero, que também possas considerar meu amor e esperar-me, nos momentos de maiores loucuras .. tenha fé, em mim acredita em não me abandona, não lhe suplico. lhe retribuirei juro, mil beijos milhões de carinhos por minutos, segundos, dias .. em que aguardas o desate de alguns nós que ainda habitam minha mente, insana!
Postado por umalguém às 22:00:00
Reações: 
0 comentários
não te ofereço eternidade, mas dias te ofereço um milhão! e deixo você com metade, do meu coração [...]
Postado por umalguém às 21:57:00
Reações: 
0 comentários
sobre a noite fria de minha existência penso e reflito os mil fatos que hoje percorrem minha mente é engraçado, quão somos fantoches dessa vida sofremos, choramos .. e ai nunca passe de mágica, sem perceber nós vemos rindo no meio de um café ou do banho por coisas banais sentimentais ou por pessoas que venham com tal magia nos fazer enlouquecer a tal ponto de ser perder e esquecer tal dor .. gritemos em nosso interior, pois então "NADA É DURADOURO, ISSO TEM FIM" enviares tais palavras garganta a dentro afim de seguir aspirando tais sentimentos bons gostosos de se viver .. solidão tá do lado sempre disposta a puxar uma conversa mas, basta a nós corre-la e mostra que cá estamos, prontos pra guerrear por vitórias derramar suaves lágrimas pelas derrotas que chegarem e estar disposta a sempre ter um beijo e um abraço a lhe esperar ..

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Postado por umalguém às 22:40:00
Reações: 
0 comentários
Postado por umalguém às 22:34:00
Reações: 
0 comentários
derradeiros e lunáticos são os pensamentos que vem rodeando minha mente. Não sei, não existe sentido certo, crescer seria difícil, sempre soube, mas não imaginava que seria algo dolorido.. sinto-me absurdamente feliz e ao mesmo tempo com a triste sensação de solidão .. não sei o sentido da minha existência, o futuro me assusta e o presente me engana ! sendo forte, seguirei e me erguerei novamente, acada pôr-de-sol

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

voamos alto depois das duas [...]

Postado por umalguém às 18:57:00
Reações: 
0 comentários
final de tarde gratificante ..
posso dizer, que sinto-me lisonjeada em ter tal presença ao meu lado .. as vezes eu sinto um pouco de medo e também um pouco de receio, será que eu mereço .. as vezes nos deparamos com pessoas e coisas espetaculares que nos fazem refletir nossa própria existência.
isso não me importa muito .. sinto uma forte alegria no coração, algo que a muito tempo não sentia, algo forte, gostoso e que me faz olhar pra frente e ter vontade de seguir lutando pelos meus sonhos, sendo tu uns dos sonhos tão sonhados, que sonho agora manter-me junto a mim, preciso de me manter em pé, reagir aos loucos labirintos que me é colocado no meio do caminho ..
consigo repousar silenciosamente ao teu lado, sem que questiones ou discutas ..
posso ficar calmamente te abraçando
gosto de te olhar, te ver
observar cada curva do teu sorriso
teu rosto
teu beijo,ah, esse .. tornou-se meu preferido meio de me encontrar no mais profundo do teu ser ..
teu colo tornou-se meu refúgio, onde posso refogar minhas dores e refletir sobre mil e um amores que tens no teu ser
não preciso de mais nada .. e não quero nada
além de tu
aqui
ali
comigo,
só comigo [..]


não me dê atenção, mas obrigado por pensar em mim ..

Postado por umalguém às 18:36:00
Reações: 
0 comentários
toda dor é passageira, por mais que parece não ter um fim .. ela tem sim!
cedo ou tarde, agente se pega rindo de uma piada sem graça, falando alguma bobagem ou até mesmo tomando aquele café muito amargo, quando menos se espera passou! As vezes é rápido, não tem tempo pra sofrimento, quando menos se espera, não se sente mais nada ..
mas as vezes, é interminável, parece que nem todos tijolinhos conquistados taparam o enorme buraco deixado no peito, as vezes nos remetemos a coisas boas, mas ai no meio daquele clichê ou daquela canção, volta tudo .. e quando volta, ah quando volta, voltam magoas, melancolias e nostalgias não muito gostosas de se viver .. mas passa! independente do tempo e das mais profundas magoas, passa e isso que é acalanta a alma, nada dura pra sempre, nem a mais forte das dores.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Tu sabias que ..

Postado por umalguém às 18:35:00
Reações: 
0 comentários




Tem um tal efeito "Sylvia Plath" que um tal psicologo James Kaufman, diz que: poetas mulheres são mais sucessíveis a sofrerem problemas mentais, mais que qualquer outra "classe" de escritores. Efeito Sylvia Plath, recebeu tal nome, após própria Sylvia Plath se suicidar aos 30 anos.

Mas e ai que bate aquela pergunta: Será eim? Eu tenho minhas dúvidas, realmente ela transcrevia toda dor que sentia, numa forma impossível de diferenciar entre realidade e ficção. Grande escritora, me inspiro muito em seus poemas, identifico-me como muitas palavras que ela transcreve, uma pena ter ocorrido tal desgosto pela vida levando-a ao sucidio, mas não sei se dá de crer nisso, tudo bem ... desgosto pela vida gera melancolia gera depressão e depressão gera perda de sentidos. Pretendo não chegar nesse ponto hahaha
Postado por umalguém às 18:05:00
Reações: 
0 comentários
hoje a cabeça não roda mais como antes, aprendi mil e uma lições.
a vida não tem preço, se hoje tô aqui .. quero agradecer muito muito muito ... independente de qualquer coisa, problemas, desamores, fracassos .. nada pode tirar o suave brilho e a eufórica angustia de poder viver


Postado por umalguém às 18:03:00
Reações: 
0 comentários
fazia um bom tempo que eu não me sentia de tal forma confortante!
Uma sensação gostosa, de proteção .. não há mais o vazio frio da solidão, sem buscar um rumo, me guiei e me encontrei
é meio bizarro quando eu paro pra pensar no quão mal eu já estive a meses atrás, sendo que tudo aquilo me representava tudo, tornou-se nada .. nada além de doces e delirantes lembranças de tudo que foi feito, arrependo-me de nada, só de não ter cortado todo mal quando sabia que não iria até muito longe, mas bem .. não importa mais. Hoje tudo virou-se, e de uma forma muito boa e muito doce, sem pressão, enjoos prévios, tudo no momento, na hora e no lugar certo de ocorrer. Sem aquela baboseira toda de grandes romances, mas sinto com um toque de descobrimento, essa é a palavra, descobrimento de um sentimento até então em repouso .. não se sabe ao certo o sentido das coisas e talvez eu nunca vou saber, mas .. a sensação disso tudo é inexplicável, surge de tal necessidade de estar junto e vai até ouvir o bater do coração ...



segunda-feira, 17 de setembro de 2012

um pouquinho de los hermanos ...

Postado por umalguém às 19:26:00
Reações: 
0 comentários

POST DE NÚMERO 300

Postado por umalguém às 19:23:00
Reações: 
0 comentários
aeee !

depois de idas, vindas, amores, desamores
comemoro as 300 postagens que aqui estão! Poderia sim, ter muito mais .. mas tudo tem seu tempo, fiquei um tempinho "trancada" agora já posso dizer que ganhei uma inspiração a mais .. que me dá novas asas para subscrever sentimentos, dramas e todas tramas que surgem durante essa longa e delirante caminhada da vida ..
todos acompanharam mil e uma coisas que eu passei, dos mais lunáticos sonhos à até os problemas mais incompreendidos.
Essa vontade de escrever renasceu saibam vocês (se alguém lê) prometo não ser mais tão relapsa e nem tanto entregue ao que de só exista. Repensei mil e uma coisas e cheguei a conclusão que: se fodam todos! (risos) tudo ia tão bem, eu tinha que cagar ..
mas ah, o que importa é que escreverei mais e mais,
tenho lido e me incentivado muito!
tô cheia de planos, vontades e loucuras a realizar ..
E QUE VENHAM MAIS 300 POSTAGENS O/

domingo, 16 de setembro de 2012

Postado por umalguém às 15:16:00
Reações: 
0 comentários

quanto mais triste
quanto mais dor
mais asas se têm pra transpor
o que de mais profundo habita nossa alma.
quanto mais melancolia, mais solidão
quanto mais piegas for ..
mas dramas e tramas serão subscritos por entre as entrelinhas
que percorrem nossas vidas
uma mente sozinha
é uma mente louca capaz de criar
recriar
inventar
tudo!
exceto de ir além das barreiras
de sua solidão

EII

Postado por umalguém às 14:35:00
Reações: 
0 comentários

não espere cartas de amor e finais felizes ..
espere o insuperável
espere canções de beatles
mas também um pouco de hare krishna e drogas com jupiter apple
não tente parecer feliz ouvindo mamonas
sendo que sua alma se destrói ouvindo legião
só por hoje não se corte,
sorria;
não seja mais um medíocre ..
entregue-se .. nem que seja a solidão
ela é uma boa companhia, acredite
se ela lhe surgir
dance com ela .
não finja que tudo está bem
se desconcentre e se desconecte
desarrume
tira a frieza do peito
e vá a luta
corra ..
corra ...
um dia tudo fará sentido

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Postado por umalguém às 20:44:00
Reações: 
0 comentários

o lado obscuro da vida

muitas vezes agente pensa na vida e nos seus "lados" ..
pensa nos porquês e nos nãos que ela nos dá muitas vezes ..
quando começam a surgir um desfile de nãos, de precipícios e uma grande quantidade de coisas que não deveriam acontecer , tu vai descobrindo um tal lado da vida que nem todo mundo gosta (obviamente), quando as quedas e as barreiras vão se tornando maiores que os pódios que poderias subir, mil e um pensamentos te surgem ..
viver por viver não pode ..
mas viver para viver de erros
quedas
obstáculos ..
não isso também não é viver !
muitas vezes agente a vida nos dá muitos golpes ..
nos dá uma "rasteira" e o máximo que nós surgi é um sorriso a oferecer
não devia hoje estar aqui escrevendo essas coisas ..
é que to num desânimo de dá gosto!
não queria em ver assim ..
escrever me dá uma boa expectativa ..
de tipo "são cosias que vão e sempre vão ir" "não te impressiona guria, a vida muda e se transforma"
essas coisas bobas que sempre surgem no coração de pessoas bobas!
acho que acabei descobrindo um lado de mim que não conhecia: o lado obscuro
a forte vontade de jogar tudo pro alto ..
de dá uma radicalizada total .. se não for assim vou me alienar ainda mais no meu mundinho
cansei de muitas coisas ..
fiz escolhas que acabaram dando certo e outras que me fazem sofrer ainda ..
meu coração ainda dói e muito ..
foram tantos encontros e desencontros
tantas chances ..
tantos dias, desperdiçados ..
se eu pudesse voltar ao dia que tudo começou, eu não teria saído aquela noite
teria vindo pra casa e jamais teria me envolvido nessa historia!
mas já que isso aconteceu ... é porque talvez Deus queira que eu viva disso pra quem sabe no futuro poder desfrutar de sabedoria e alegria .. e poder olhar pra trás e saber que tudo nao passou de ilusão de óptica .
não m arrependo de nada não ..
mas seu pudesse volta no tempo e mudar isso ..
ah .. isso seria bom quem sabe ..
colocaria um "bain-dad" onde ta sangrando e logo logo tudo passaria !
Ah e se passasse ..
quem sabe eu se passasse eu pudesse enfim poder gritar aos mil ventos que não dependo de nada ..
Ah e se passasse ..
o que será que teria me acontecido ?
Ah e se passasse ..
seria que eu estaria feliz ?

Acho que o grande lado obscuro da vida é o amor ..
se mal direcionado ele é mal
te arranca teu coração,
te fere, te faz sentir borboletas no estomago
te diz coisas belas .. mas que na verdade não passam
de balelas ..
o amor só tem uma instrução de uso:
ame de verdade
o resto é conquistado ..
não ame por amar
ou porque a pessoa lhe ama ..
se for amar .. grite isso, ame pra valer sem medidas ..
não vá simplesmente querer agradar alguém com esse amor ..
isso só, esse alguém e principalmente você desagrada !
e não te esquece .. o que tu faz hoje de mal pra alguém ..
amanhã tu paga! 
Isso é Isaac Newton - Ação e Reação






quem sabe também um lado obscuro possa ser
a "pré-morte"
vontade de largar tudo, 
principalmente a vida ..

sábado, 31 de março de 2012

Postado por umalguém às 23:18:00
Reações: 
1 comentários
Lá está ela, mais uma vez. Não sei, não vou saber, não dá pra entender como ela não se cansa disso. Sabe que tudo acontece como um jogo, se é de azar ou de sorte, não dá pra prever. Ou melhor, até se pode prever, mas ela dispensa.Acredito que essa moça, no fundo gosta dessas coisas. De se apaixonar, de se jogar num rio onde ela não sabe se consegue nadar. Ela não desiste e leva bóias. E se ela se afogar, se recupera.Estranho e que ela já apanhou demais da vida. Essa moça tem relacionamentos estranhos, acho que ela está condicionada a ser uma pessoa substituta. E quem não é?
A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas?
A moça…ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar.
Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera?
E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará.
A moça – que não era Capitu, mas também têm olhos de ressaca – levanta e segue em frente.
Não por ser forte, e sim pelo contrário… Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.

Caio Fernando Abreu

sexta-feira, 30 de março de 2012

Postado por umalguém às 21:12:00
Reações: 
0 comentários
Postado por umalguém às 21:10:00
Reações: 
0 comentários
já dizia Kurt Cobain .. "peixes não tem sentimentos", portanto não seja um peixe e nem muito menos se interesse por um :D
Postado por umalguém às 21:09:00
Reações: 
0 comentários
Postado por umalguém às 20:59:00
Reações: 
0 comentários

to precisando e sentindo falta de um tempo meu, pra me reconstruir, pra sair por ai, pra extravasa, um tempo quem sabe pra pensar .. não me estressar e principalmente descansar .. cansada de fazer meu mundo girar em torno de algo que as vezes nem tá .. acho que me liguei muito rápido e muito fácil, e agora me vejo perdida, sem brilho, com olhar triste por não saber o que querer ..
acho que o encanto se quebrou em caquinhos e eu ainda estou tentando encaixa-lo ..
tentar encaixar algo que não já não cola 
é o mesmo que insistir em querer ver as estrelas brilharem em uma noite chuvosa ..
desanimador!

domingo, 18 de março de 2012

Postado por umalguém às 20:43:00
Reações: 
0 comentários

o bazzinga passará por reformas
dois carinhas faram umas mudanças aqui
fiquem tranquilos
logo logo voltarei
cheia de coisas pra contar !
beijos e
FUI



Postado por umalguém às 20:35:00
Reações: 
0 comentários
essa é ultima oração, pra salvar seu coração
coração nao é tao simples quanto pensa
nele cabe o que nao cabe na dispensa
cabe o meu amor
cabe tres vidas inteiraas
cabe uma penteadeira
cabe nos dois ♪
Postado por umalguém às 20:25:00
Reações: 
0 comentários




quantas alegrias agente vai vivendo e nem percebe; o tempo vai passando numa rapidez que quando se vai ver o que fazia mal, atormentava, passou ! as vezes sombras, os tais fantasmas do passado vão ficando pra trás e nós sempre a frente, sempre prosseguindo e rindo, é isso mesmo, tudo aquilo que ficou sem graça, ganha um toque diferente, uma vontade imensa de crescer e ir pra frente .. não importa se tem grana, ou se eis alguém importante .. se tiveres com a pessoa certa, nada vai fazer sentido e ao mesmo tempo tudo vai estar ligado, tudo vai estar no lugar .. independente do que se tem, se você tive com a pessoinha que te faz bem, e que é diferente de tudo e de todos , pode crê .. você tem tudo pra ser feliz ..   

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Postado por umalguém às 20:44:00
Reações: 
0 comentários
todas pessoas são solitárias, a diferença é que algumas pessoas se entregam muito fácil a solidão, e outras disfarçam muito bem !

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

sem palavras;

Postado por umalguém às 11:47:00
Reações: 
0 comentários

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Postado por umalguém às 19:18:00
Reações: 
0 comentários
talvez fosse o calor, o carnaval, a muvuca que vinha se formando pelas ruas .. 
ela não sabia o que era, só sabia que era estranho ..
sentia uma vontade de caminhar sem destino
de ter alguém do lado,
sentia uma imensa necessidade de poder segurar enfim a mão de alguém
de chamar de MEU !
preciso me doar por inteiro
me atirar sabe?
preciso sentir a brisa do vento ..
ver o brilho das estrelas
poder ouvir as batidas do meu coração
pulsando forte por estar aqui [...]

Postado por umalguém às 19:09:00
Reações: 
0 comentários
bem, pode trazer o inverno por favor?
A G O R A 

não existe coisa melhor,

Postado por umalguém às 19:00:00
Reações: 
0 comentários
que fazer alguma bestera ..
é isso mesmo, agir impulsivamente  ..
as vezes na correria da vida deixamos de fazer tantas coisas, por medo !
É bom correr riscos, fazer algo que não sentimos total firmeza que dê certo ..
são coisas que nos fazem ver a verdade ..
que nos deixam alegres e mais confiantes em tudo ..
Sim, hoje eu aprontei uma .. hehe
eu não imaginava que teria coragem, afinal nunca fiz aquilo :P
honestamente, tudo relacionada a relacionamentos eu quase não faço nada ..
sou péssima, não sou de ficar muito atrás, só quem vale a pena .. gosto!
Não que o que eu tenha feito hoje tenha a ver com tudo isso .. de algum modo tem ..
mas de outro não ..
to feliz agi impulsivamente hehehe .. coisa que praticamente nunca fiz :O
sim, eu sou daquelas que vai pelo certo, que pensa ..
mas sabe que to ficando meio maluquinha já :P
éé .. cansei disso tudo, vou fazer as coisas que eu quiser, me divertir
correr, pular e principalmente agir ! Fazer o que eu quero, sem medo de errar ..

Postado por umalguém às 18:51:00
Reações: 
0 comentários


"Me deixe voar com você até a lua
                     Meus olhos sempre seguiram você pelo lugar
                               Porque você é o único Deus de que eu vou precisar
                                                             Eu estou me segurando e esperando o momento de me encontrar"

Noel Gallagher

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Postado por umalguém às 17:11:00
Reações: 
0 comentários
e eu to feliz, consegui um empreguito novo ..
claro, o fato de sair desse me deixo meio "assim"
seila, agente pega amizade, se apega as pessoas e só não espera
ter que dizer tchau,
todos que eu conheci lá são e sempre serão pessoas
que vou levar pra toda minha vida .. só tenho a agradecer
aprendi muito com eles
e vi que pra ser amigo, pouco importa idade ..
só importa verdadeiramente o que se tem dentro do peito !

Postado por umalguém às 17:04:00
Reações: 
0 comentários
estranho mas já me sinto como um velho amigo seu,
seu all star azul combina com o meu preto,
de cano 'baixo' ♪

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

começando fevereiro com o pé esquerdo .. hahahaha

Postado por umalguém às 19:11:00
Reações: 
0 comentários
quer saber .. tem mais que aumentar a passagem de ônibus mesmo !
o tamanho desrespeito que é sofrido todos os dias é de envergonhar .. são assaltos, pedradas entre outras coisas que passamos .. se o povo rio grandinho, não generalizando, não consegue cuidar do que é de seu uso, que atira pedra, que suja seu objeto de transporte, só merece uma coisa: que aumentem a passagem é o minimo que podem fazer. Tô de saco cheio !!! Se não tem responsabilidade pra cuidar, não venham reclamar .

o que era pra ser um meio de transporte, ta começando a se tornar algo que dá medo ..
incrivel, mas hoje em dia é mais seguro andar a pé, do que de ônibus, pois o risco de levar uma pedrada é menor ¬¬


segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

garoto eu vou pra california,

Postado por umalguém às 20:53:00
Reações: 
0 comentários
viver a vida sobre as ondas,
                              vou ser artista de cinema,
o meu destino é ser star ♪♫

Aiai ..
olha, que eu vou mesmo hehehe !
sair , fugir
viajar,
cantar, pular, dançar
beijar, abraçar
chorar de rir,
andar sem destino,
sem horário,
sem papo,
andar .. por andar!
com alguém legal
que te faz rir
que vai cantar pra ti, por mais que
desafine, mas ele vai te agradar
vai brigar, encomodar, mas vai aguentar do teu lado
firme e forte
sempre e à frente!
procura isso
busca o simples
que o perfeito vem junto.. !


domingo, 22 de janeiro de 2012

Postado por umalguém às 22:39:00
Reações: 
0 comentários
Postado por umalguém às 22:36:00
Reações: 
0 comentários




paz e amor ... ♪♪


sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Postado por umalguém às 19:45:00
Reações: 
0 comentários
Hoje, vi um senhorzinho comprando dois churrasquinhos, um ele dizia que comeria e o outro iria repartir com os 3 cachorrinhos que estavam ali na volta .. achei uma atitude bem bacana, da parte do avozinho .. é legal vermos que mesmo em tempos, de luiza , de babaquices na mídia, ainda existem pessoas boas e simples de coração. São simples gestos que melhoram o dia de qualquer pessoa.


sábado, 14 de janeiro de 2012

Postado por umalguém às 21:24:00
Reações: 
0 comentários
hoje a solidão deu as caras, mais uma vez ..
ela vem disfarçada de coisas banais e quando menos espero
do de cara, com o que não imaginaria rever ..
eu procuro ocupar a mente
pensar em coisas boas,
mas tem algo que não se encaixa e acaba me quebrando por completa ..
não queria voltar pra contramão ..
nem também quero ficar me queixando afundada
nessa melancolia que não passa
que some e volta
que me deixa vazia ..
eu sinto falta de alguém pra me liga e dizer que lembro de mim, ouvindo uma música qualquer ..
ou que quando esteja com sérios problemas, saiba que em mim pode confiar e que vai deitar no colo, chorar e que vai esperar, me aguentar e que mesmo errando, vai ta comigo o momento que eu necessitar !









i miss you

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Postado por umalguém às 20:48:00
Reações: 
0 comentários

E se eu te olhar cem vezes, acredite, em cada uma delas estarei me apaixonando um pouco mais.


caio f. abreu


segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Postado por umalguém às 21:49:00
Reações: 
0 comentários

demais

ah o verão,

Postado por umalguém às 21:47:00
Reações: 
0 comentários
tudo se inciia num belo domingo de sol, esperar busão, pegar o busão .. para varias lotado ..
até ai tudo certo, cheiro de protetor solar, criança chorando, mulher gritando e o calor humano, essa ai eu nao intendo .. porque as pessoas gostam de ficar "amuntuadas"? nossa .. eu tri alone na frente e uns 15 nego tudo junto ..
mas ai chega na praia e imagine só ela também esta,
esta,
esta,
LOTADA \o/
é milho verde, picolé, cachorro, água viva .. xii tem de tudo ..
mas quando tudo parece melhorar e pinta aquele gatinho ..
a pessoa ta toda suada, suja de areia e com o dente da frente com um pedaço de milho e ai já viu né .. .-.

isso é o verão ..
verão não é só , diversão ..
ou coisas boas, é bacana mostraar a realidade ..
mesmo que ela seje dura , cruel e ate mesmo em alguns casos fedida kkk'


sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Postado por umalguém às 10:42:00
Reações: 
0 comentários
esse sheldon, é fora de sério kkkk

pra descontrair ..

Postado por umalguém às 10:41:00
Reações: 
0 comentários

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

♪♫

Postado por umalguém às 21:58:00
Reações: 
0 comentários



Postado por umalguém às 21:50:00
Reações: 
0 comentários
se hoje eu pudesse, eu inventaria uma máquina que me fizesse flutuar por ai, fora do meu corpo e longe da minha mente ..
tem tanta coisinha chata envolta da minha mente
tanta coisa pra consertar
ou pra desarrumar ..
algumas pra esquecer ..
mas não quero pensa nisso .. queria realmente me desconectar por um momento de tudo e de todos



por mais que doa, as vezes cortar alguns laços podem nos fazer melhor e nos reerguer !


 

rubber soul Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos