domingo, 21 de outubro de 2012

Postado por umalguém às 22:23:00
Reações: 
Angustiado é meu peito que hoje chora sobre tua falta. Silencio ao ouvir de longe tua voz trêmula e doce chamando-me, expulsando-me. Adormeço, ouvindo-a sonho com teu riso, com teu gosto, com teu belo rosto. Teu cabelo desarrumado era o meu preferido amava-o meter os dedos e levemente te fazer um "cafuné". Sentir tua falta tornou-se um hábito que não gosto preferia ter-te ao meu lado. Quero a paz do teu peito o teu encantador ao teu lado o aconchego do teu abraço a tranquilidade da tua companhia. Vem comigo agente acha um abrigo cria um perigo pega a minha mão e vem?! Cuida de mim pelo tempo que em que não te tiro de mim [..]

0 comentários:

Postar um comentário

 

rubber soul Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos